Autores Portugueses

 

Magalhães, Júlio

    Longe do meu Coração

   Autor: Magalhães, Júlio

   Editora: A Esfera dos Livros  

   Sinopse  Joaquim não queria acreditar no que os seus olhos viam. Tinha saído a salto de Portugal, viajado apertado em camionetas de gado, andado quilómetros e quilómetros a pé, à chuva e à neve, quase tinha perdido a vida nos Pirenéus e agora estava ali. Na capital portuguesa em França. O sítio onde, todos lhe garantiam, podia enriquecer e concretizar os seus sonhos. Mas o que via era um bairro de lata. Sentia os pés enterrarem-se na lama. Olhava para as barracas miseráveis e para os fardos de palha que faziam as vezes de uma cama. Mas, Joaquim não estava disposto a baixar os braços. “Longe do meu Coração” retrata com mestria e realismo o quotidiano dos portugueses que partiram em busca de uma vida melhor, sonhando um dia regressar ricos à terra que os viu partir pobres. Para Joaquim, Portugal estava longe. Era ali, em França, na terra que lhe dava de comer, que queria vingar, que prometia, à força do seu trabalho, derrubar fronteiras e preconceitos. O plano estava traçado. Iria abrir uma empresa de construção, com o seu amigo Albano, enriquecer e, depois de ter casa montada com carro com emblema no capô, estacionado à porta, iria pedir a mão da sua Françoise, a professora de Francês que lhe abriu o mundo das letras e do amor. Mas, cedo Joaquim vai descobrir que há barreiras difíceis de ultrapassar.

 ————————————————————————————————————————

   Os Pecados da Rainha Santa Isabel  

   Autor: Franco, António Cândido

   Editora: Ésquilo

   Sinopse:   Um romance em torno da vida de Isabel de Aragão, sexta rainha de Portugal, que dá voz a alguns aspectos relevantes da figura que até aqui têm ficado na sombra.

 

 ————————————————————————————————————————

    O Templário d’El-Rei

    Autor: Vicente, António Balcão

    Editora: Ésquilo

   Sinopse: Por entre os derradeiros ecos de uma cultura trovadoresca, Frei Arnaldo D’Eln, Cavaleiro Templário, através de um longo processo na demanda do autoconhecimento, estabelece a ponte entre Portugal e Aragão, dois reinos separados por Leão e Castela, mas muito próximos no florescimento das heterodoxias espirituais e de uma visão iniciática no quadro do Cristianismo. Confidente de Reis e Príncipes do século XIII, modela destinos, sem conseguir controlar o seu. Pel'”O Templário d’El-Rei” passam os sentimentos mais profundos da alma humana, numa teia de traições e lealdades, de guerras e ódios fratricidas, de amores e sonhos…

 ———————————————————————————————————————–

 

   O Anjo Branco

   Autor: Santos, José Rodrigues dos

   Editora: Gradiva

   Sinopse:  No seu pequeno avião, José cruza diariamente um vasto território para levar ajuda aos recantos mais longínquos de Moçambique. O médico que chega do céu vestido de branco transforma-se numa lenda no mato. Chamam-lhe “o Anjo Branco”. Inspirado em factos reais e desfilando uma galeria de personagens digna de uma grande produção, “O Anjo Branco” afirma-se como o mais pujante romance jamais publicado sobre a Guerra Colonial – e, acima de tudo, sobre os últimos anos da presença portuguesa em África.

 ———————————————————————————————————————

   Sôbolos Rios que Vão

   Autor: Antunes, António Lobo

   Editora: Dom Quixote

   Sinopse:    Entre os últimos dias de Março e os primeiros de Abril de 2007, depois de uma operação grave, o narrador, entre as dores e a confusão provocada pela anestesia e pelos medicamentos, recupera fragmentos da sua vida e das pessoas que a atravessaram: os pais e os avós, a vila da sua infância, a natureza da serra os amores e desamores. Como um rio que corre, vamos vivendo com ele as humilhações da doença, a proximidade da morte, e o chamamento da vida.

 —————————————————————————————————————-

   As memórias secretas da Rainha D.Amélia

   Autor: Real, Miguel

   Editora: Dom Quixote

   Sinopse:   Furtado do espólio de Salazar aquando da invasão dos seus antigos aposentos no dia 25 de Abril de 1974, o manuscrito “As Memórias Secretas da Rainha D. Amélia”, escrito nos últimos anos de vida e doado pela própria à Casa de Bragança, em Lisboa, através da mão do chefe do Estado Novo, foi recuperado em Sófia, na Bulgária, na Comemoração do Centenário da República, por Miguel Real, que foi incumbido de o depositar na Torre do Tombo, já o tendo feito. Neste manuscrito, a Rainha D. Amélia retrata a sua vida em doze pequenos capítulos, equivalente a um por cada mês do ano, organizados em quatro grandes partes, seguindo o ritmo das estações, da Primavera, na infância, ao Inverno triste da sua velhice. Um documento pungente, doloroso e comovente, fortemente crítico de Portugal e dos portugueses, permanentemente iludidos pelas artimanhas de elites ineptas e ignorantes.

 ———————————————————————————————————–

   A Dança da Vida

   Autor: Santos, Gustavo

   Editora: Oficina do Livro

   Sinopse:  João é o filho mais velho de Jaime e Magali, portenha, amante de milongas. Em Sintra, onde vive com a família, João manifesta desde menino o gosto pela dança. O sonho de ser bailarino envergonha o pai, que quer ver o filho seguir-lhe os passos na engenharia. Para a mãe, a vocação do filho é motivo de orgulho, uma extensão da sua própria paixão pelo tango.

—————————————————————————————————————-

    A minha casa é o teu coração

   Autor: Pinto, Margarida Rebelo

   Editora: Clube do Autor

    Sinopse:  O amor está antes e depois de tudo, porque há sempre uma nova forma de o viver. O amor está em cada gesto que fazemos, tem as cores da amizade, da devoção, da maternidade, da família, do trabalho, da casa, da vida de todos os dias. Traduzida em várias línguas, Margarida Rebelo Pinto é considerada a mais romântica das escritoras portuguesas.

 ———————————————————————————————————————

   Para ti

   Autor: Castel-Branco, Luisa

   Editora: Clube do Autor

   Sinopse:  Este livro marca uma viragem importante na vida de Luísa Castel-Branco. Tal como ela refere, não tem um fio condutor. São olhares dispersos e pedaços de si mesma ou de vidas e de pormenores que ajudam a perfazer a sua própria vida. Em tom de confissão, a autora colocou no papel as imagens, sons, dores e alegrias que vê ou inventa e que a fazem sonhar todos os dias. Em jeito de desabafo e não de pedido de desculpas, revela-nos o olhar da mulher irreverente que tem sido, às vezes estranha e diferente, mas consciente de si e do alicerce que tem sido para a sua família, onde centra a sua imensa força interior.

 ————————————————————————————————————

   Nós de Amor

   Autor: Cabral, Helena Sacadura

   Editora: Clube do Autor

   Sinopse:  Reconhecida pelas suas observações directas e francas sobre o quotidiano do país, Helena Sacadura Cabral revela agora neste livro o seu lado mais intimista, numa obra pontuada pelos afectos e sentimentos que dão cor à vida. Este livro fala de amor, essencialmente. Não necessariamente de amores simples, daqueles cuja trajectória é uma longa recta que culmina sempre num final feliz. Fala, sobretudo de sentimentos íntimos, de sonhos, de desejos, de pedaços de um quotidiano que todos, a dado momento da vida, experimentaram.

——————————————————————————————————————

   Escrito nas Estrelas

   Autor: Matos, Bárbara Norton de

   Editora: Caderno

   Sinopse:  No mundo fervilhante dos estúdios televisivos, dos “flashes” e “paparazzi”, há uma estrela que só quer ser amada. Entre a quinta em Ponte de Lima e a casa em Cascais, entre o passado e o presente, uma mulher vai descobrir que só o amor é mais forte que o destino. a surpreendente estreia de Bárbara Norton de Matos no romance, uma história de família, traições e equívocos, onde nada é o que parece e só o amor é real. Carminho não foi uma menina feliz. Era o patinho feio da família, sempre comparada com Piedade, a irmã mais velha, tão deslumbrante como odiosa. E não foi fácil crescer com um pai sempre ausente, que só pensava no ténis e nos torneios, enquanto a mãe se deixava arrastar pela melancolia… Mas tudo isso é passado. O patinho feio tornou-se num cisne, é agora uma estrela da televisão, capa de revista. E vai finalmente estrear-se, como protagonista, numa série histórica – o seu grande sonho. É um mundo quase perfeito.Quase. Porque a vida está repleta de surpresas e, quando menos esperamos, o amor prega-nos partidas.

—————————————————————————————————————–

   Memórias do futuro – Narrativa de uma família

   Autor: Sampaio, Daniel

   Editora: Editorial Caminho

   Sinopse:  Com 78 anos de idade, o narrador e personagem principal deste novo livro de Daniel Sampaio é um dia confrontado com uma situação comum a muitos homens da sua idade – o casamento de um neto. Convidado para a festa, feliz por não ter sido esquecido, parte para uma longa viagem mental nas profundidades da sua memória. Começa por esse neto, Afonso, que o fez sentir velho pela primeira vez, aos 60 anos; aqui recupera a memória de Luísa, a colega na escola onde ambos ensinavam e partilhavam projectos e sonhos profissionais; recua até aos 40 anos, à figura de Mariana, sua mulher e companheira de sempre, mas que por esta altura da vida o confronta com a fragilidade das relações humanas, a começar pelo amor; e enfim, chega aos 20 anos, à adolescência e à juventude, onde tudo começa, para o bem e para o mal.

——————————————————————————————————————–

   Livro

   Autor: Peixoto, José Luis

   Editora: Quetzal Editores

   Sinopse:  Este livro elege como cenário a extraordinária saga da emigração portuguesa para França, contada através de uma galeria de personagens inesquecíveis e da escrita luminosa de José Luís Peixoto. Entre uma vila do interior de Portugal e Paris, entre a cultura popular e as mais altas referências da literatura universal, revelam-se os sinais de um passado que levou milhares de portugueses à procura de melhores condições e de um futuro com dupla nacionalidade. Avassalador e marcante, “Livro” expõe a poderosa magnitude do sonho e a crueza, irónica, terna ou grotesca, da realidade. Através de histórias de vida, encontros e despedidas, os leitores são conduzidos a um final desconcertante onde se ultrapassam fronteiras da literatura. “Livro” confirma José Luís Peixoto como um dos principais romancistas portugueses contemporâneos e, também, como um autor de crescente importância no panorama literário internacional. «O dom de Peixoto para a escrita é algo raro, de beleza rítmica.» (‘The Guardian’) «Um escritor que levanta bem alto a literatura do seu país.» (‘Le Figaro’) «Peixoto surpreende pela profundidade estilística com que mostra seguir o exemplo maiúsculo do grande José Saramago e pela coragem de criar, hoje, estruturas narrativas solidamente actuais sob os exemplos, também, de Faulkner, Rulfo, Donoso.» (‘L’Unitá’) «A prosa encantatória e audaz de Peixoto é consistentemente bela, inacreditavelmente rica e ressonante.» (‘The Independent’) «A escrita de Peixoto é, ao mesmo tempo, fresca, ágil e envolvente, contendo toda uma herança literária universal. Estamos perante um escritor maduro. Um admirável escritor português.» (Luís Sepúlveda)

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: